BG_Seção1.png
  • Quitéria Oliveira

Criando eventos Lixo-Zero desde o princípio

É comum, ao convidar amigos para uma janta ou aniversário em casa, que no dia seguinte tenhamos bastante lixo acumulado. Isso porque entendemos que quanto mais pessoas, mais lixo. Quando multiplicamos essa situação e pensamos em eventos maiores, o volume de resíduos gerado tende a ficar assustador.


Mais precisamente, através da divulgação da consultoria americana Meet Green, um evento de três dias para mil pessoas gera, em média, 5.670 kg de resíduos e 530 toneladas de CO2. Não é à toa que já existem muitos movimentos para o desenvolvimento de eventos lixo zero, desde pequenos encontros até grandes festivais.


A Lívia Humaire, do @transiçõesecológicas, escreveu no seu blog a sua experiência em produzir o aniversário de 9 anos da sua filha com o objetivo de ser lixo zero desde a sua concepção. Já o Newtown Festival, na Nova Zelândia, é um ótimo exemplo de evento para mais de 80 mil pessoas que, desde 2013, quando começou a ficar mais conhecido, tem como política fundamental ser um evento zero waste.


É aqui que está o nosso ponto principal. Fazer um evento lixo zero é muito mais possível quando pensado assim desde a sua criação. Trazer o conceito zero waste como uma das premissas e características do evento é um movimento que gera impacto ambiental e social positivo. Não faz mais sentido projetar um dia de encontros quando um dos resultados disso é a destinação de uma quantidade absurda de lixo para o aterro sanitário. Concordam?

Construindo eventos sustentáveis

Resumindo, um evento lixo zero é aquele em que uma consideração cuidadosa é dada aos produtos usados ​​no local e onde estes acabam após o evento. O planejamento dessa maneira pode resultar na reciclagem, compostagem ou, até mesmo, evitar o uso de utensílios desnecessários. A partir da ideação do evento, você pode entender quais são os pontos possíveis para torná-lo sustentável. Aqui vai algumas perguntas que podem te guiar para dar esses primeiros passos: 1. Quais são as fontes geradoras de resíduos?

2. Quais utensílios e materiais é possível reutilizar?

3. Como conscientizar as pessoas durante o evento, fazendo com que elas também sejam protagonistas dessa construção?

4. Como será o descarte e posterior triagem dos resíduos gerados?

5. O que as pessoas vão levar deste evento? Brindes úteis? Ideias? O que vão falar depois que o evento acontecer?


Toda essa lógica faz parte de um conceito chamado Economia Circular, o qual entende que em vez de descartarmos o "produto" no final da linha, completamos seu ciclo, fazendo com que ele volte para o processo produtivo. É aqui que o resultado pode ser a reutilização, compostagem ou reciclagem, por exemplo.


Se você tem interesse em construir um evento com a menor geração de lixo possível, indicamos você a se basear nos conceitos da Economia Circular. Por isso, desenvolvemos um e-book gratuito com ideias e dicas para você aplicar no seu próximo evento. Para baixar só entrar neste link.

Aprendendo com o Newtown Festival


O Newtown Festival é o maior festival de rua da Nova Zelândia, recebe mais de 80.000 visitantes para desfrutar de feiras, gastronomia, arte e música. O programa de minimização de resíduos atual começou pequeno, em 2013, impulsionado por um grupo de moradores apaixonados, e tem crescido a cada ano para se tornar um sistema sob medida em grande escala operado por uma equipe dedicada e centenas de voluntários.

Quando o evento era menor, eles utilizavam reciclagem e compostagem doméstica, porém com o crescimento, tiveram que começar a pensar em grande escala. Foi assim que surgiu, em 2013, o Newtown Festival Zero Waste, um projeto piloto de lixo zero que, a cada ano, se expande para mais setores do festival.

Hoje em dia o festival inclui 22 estações de resíduos, com quatro tipos diferentes de coletas (composto, reciclagem, vidro e resíduo destinado ao aterro), três áreas de triagem manual, onde todos os resíduos são separados à mão por uma equipe treinada e uma área central para coleta do lixo. Existem voluntários com carrinhos de supermercado para fazer a transferência do lixo da área central para as zonas de triagem e estações de resíduos. Além do dia do festival, é possível observar que diversas medidas são tomadas anteriormente, como o treinamento de voluntários, materiais de explicação para os feirantes e parceria com diversas empresas locais. Em relação a embalagens utilizadas no evento, por exemplo, existem regras de quais são as permitidas, assim como empresas locais para adquiri-las. O objetivo é que as embalagens sejam compostáveis e parte da solução.


Com todo esse empenho, o festival desvia 70% do seu lixo do aterro sanitário. Embora esta seja uma grande quantidade de resíduos, eles acreditam que todo ano ainda há caminhos novos para percorrer a fim de reduzir cada vez mais.

7 Motivos para criar um evento Lixo Zero

Se você tem vontade de fazer um evento, indicamos fortemente que eles seja baseado nos conceitos da Economia Circular e Zero Waste que explicamos aqui no nosso e-book. Se você ainda não está totalmente convencido, aqui vão sete motivos para pensar novamente:

1. Eventos lixo zero geram maior visibilidade e o seu marketing pode ser baseado nisso

2. Menos lixo torna a limpeza mais fácil e rápida

3. Desviar lixo do aterro sanitário é favorável ao meio ambiente

4. Os clientes se sentem bem por desperdiçar menos, dando ao seu evento um caráter positivo

5. É uma demonstração pública dos valores da sua marca

6. Torna o seu evento mais atraente para patrocinadores e participantes

7. A equipe e os participantes aprendem e vivem na práticas os conceitos do lixo zero


Sejamos parte da solução da construção de eventos com impacto ambiental positivo e conscientização sobre a gestão de resíduos.



12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
BG_Seção5.png

Novidades Terraw!

Para receber um aviso sempre que postarmos novos conteúdos, deixe seu contato com a gente :)

Obrigado pelo envio!